O que cavalos têm a ver com minha mudança de profissão

Por mais estranho que pareça, a minha mudança de carreira tem tudo a ver com cavalos. Em 2019 eu tomei a decisão de viver pela literatura, mas a minha paixão pelos livros é de longa data, ela nasceu comigo. Foi por ela que eu me formei jornalista, mas ao primeiro passo dentro do mercado de trabalho, eu me dei conta de que o mundo dos jornais não é o mesmo do mundo dos livros… Eu precisava criar e escrever histórias se quisesse ser feliz, mas eu mesma não conseguia aceitar o que eu era. Eu estava diante de um desafio, portanto, entre a minha felicidade e o que parecia certo fazer…

Dei tantas reviravoltas e piruetas, cheguei até mesmo a abandonar o jornalismo logo nos primeiros anos de formada, e viver para os negócios da família, mergulhei no empreendedorismo e aprendi muito com isso, mas ainda assim não era o que preenchia o meu coração.

Foi sentada em um divã que eu fui desafiada: eu precisava enfrentar os meus medos se quisesse vencer e era necessário começar pelas pequenas coisas. Logo veio a pergunta: do que você tem medo e nunca fez? Respondi que admirava as pessoas que cavalgavam — coincidência, ou não, dois dos livros que escrevi têm personagens que cavalgam com excelência —, mas eu mesma nunca tinha tido coragem de segurar as rédeas.

 Eu demorei muito para realizar esse desafio, e o dobro para tomar uma decisão para a minha carreira. Até mesmo dores físicas chegaram por conta da minha falta de decisão. Imagine só, eu tenho dificuldade de escolher entre dois sorvetes!  Desde criança eu fico olhando para o congelador e analisando todos os prós e contras de cada sabor…  Acontece que, finalmente, eu tomei a decisão de andar a cavalo! Diga-se, de passagem, que devo muito ao empurrãozinho do meu marido. De repente eu estava em Águas de São Pedro, interior de São Paulo, em frente a um cavalo. Eu olhava para ele, e ele para mim. Só havia uma escolha: cavalgar de uma vez por todas! Era isso ou eu jogaria fora todo o esforço de meu marido e o valor do passeio que ele havia pagado.  

Meu maior susto foi quando eu me vi sobre o cavalo e percebi que somente eu poderia tomar as rédeas daquele animal, eu não era mais criança para que um instrutor puxasse a cordinha… Incentivador ou não, ao meu lado havia um menino de oito anos, tranquilo e aproveitando aquele momento sem a companhia dos pais. Eu não poderia passar vergonha!

 Ao primeiro solavanco eu já me assustei! Como se não bastasse, sabe-se lá o porquê, o instrutor nos pediu cinco minutos. Deixou-nos a sós, no meio da trilha na mata. Eu me vi realmente sozinha naquela situação, na verdade, eu e o meu medo, frente a frente. Isso me fez refletir como eu precisava tomar as rédeas da minha própria vida!  Afinal, muitas vezes, diante das minhas angústias em não conseguir encontrar um caminho profissional que me fizesse feliz, eu também havia me sentido realmente desamparada, como se o instrutor resolvesse me abandonar no meio do trajeto.  Mas a verdade é que nunca estamos sozinhos, sempre há um olhar mais poderoso sobre nós… O que acontece é que a decisão e a coragem para mudar a nossa vida é uma atitude solitária.

Eu realmente desci daquele cavalo mais confiante. Às vezes, a única opção que nós temos para vencer é enfrentar o medo.  As coisas só acontecem quando você realmente decide abrir mão de outras…  Foi apenas quando eu realmente tomei a decisão de assumir a escritora que eu era, que as coisas começaram a acontecer.

Eu vi que, sim, sempre existem caminhos para quem busca e acredita. As portas como ghost-writer se abriram e como revisora também. De repente, eu estava no lançamento do meu livro de romance, escrito em coautoria com uma grande amiga, com 200 pessoas a minha volta!

Por isso hoje, a mensagem que eu deixo para você é: só existe uma maneira de mudar a nossa vida e é quando nós tomamos as rédeas e enfrentamos aquilo que nos assombra. Não tenha medo de viver pelo seu talento, faça tudo com planejamento e estrutura, mas não passe muito tempo naquilo que não o faz feliz. É hora de andar a cavalo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: